Monte San Costanzo

Já ouviu falar do Paraíso?

Esse post provavelmente será muito poético, diria que até um pouco fantasioso. Para escrever sobre o paraíso primeiro me dispo de quaisquer “humanismo” cá existente, palavras brutas também não me servirão.

Lá de longe, a quilômetros de distancia  avistei um pontinho branco no alto de uma colina, pensei ser o lar de algum eremita, mas Luigi me falou que não.

 

Se tratava do Monte San Costanzo, e o pontinho branco era uma igreja, construída ninguém sabe ao certo por quem. Alguns dizem que por alguma família que vive pelas redondezas.

Estávamos voltando de um passeio, e já era quase hora do almoço. De início pensei que o Monte era um daqueles lugares quase inatingíveis, distante e de difícil acesso.

IMG_1120

Ao contrário do que havia pensado, estávamos cada vez mais próximos.

Entre um ruela e outra, o pontinho branco parecia se aproximar, Luigi nao se lembrava muito bem daquelas ruazinhas que parecem ser todas iguais e também nao tinhamos mapa. Quase que por instinto decidimos sempre pelas ruas com paisagens mais bonitas, afinal o caminho para o paraíso deveria fazer jus a sua importância.

IMG_1099

E nao é que estávamos certo? Estacionamos o carro no pé da montanha e ali tinha dois homens trabalhando a terra, nos confirmaram o atalho e de lá o caminho era feito a pé.

A caminhada foi curta e nem deu tempo para cansar, a escada foi feita a mão com pedras e o corrimão é de lenho. Os dois homens ficaram para trás, de agora em diante era Luigi e eu.

Pensava que a paisagem nao podia ficar mais bonita, mas a cada passo me surpreendia. Me senti naquela novela da Diná, em que todos se vestiam de branco e comiam favo de mel sobre a grama verde. Eu estava com meu jeans surrado mesmo, mas naquele momento eu também tinha atingido o nirvana.

IMG_1122

A vista era de tirar o fôlego e o vento era o mais forte que já senti, enquanto me equilibrava sobre meus pés, rezava para meus 57 quilos serem suficiente para me manter no chão.

Pensando bem, sair voando sobre aquela paisagem nao seria má ideia.

IMG_1127

Sentamos num banquinho de madeira, bem ali de frente para o mar. Nao trocamos nenhuma palavra, estávamos ali só de alma e alma nao fala, sente.

A igrejinha do Monte é aberta poucas vezes ao ano, diz Luigi que ali dentro vivem padres, mas acho que estava inventando estória. 

IMG_1124

Nao podíamos se atrasar para o almoço ( já estávamos atrasados), pegamos o caminho de volta e como no fim de uma meditação fui voltando aos poucos para o mundo real.

Sou uma menina abençoada, moro ao lado do paraíso.

4 Replies to “Monte San Costanzo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.