Itália, comida, religião, arte e… praias!

A Sardenha ainda não esta na lista dos destinos mais procurados por brasileiros que viajam para a Itália.

Roma, Firenze, Veneza e Milão continuam a liderar a lista dos turistas que por aqui chegam. E frequentemente  quando alguém planeja sua viagem á Itália não inclui praias no roteiro.

E isso é fácil de entender, o turismo na Itália é fomentado pelos seguintes motivos : gastronomia, historia/arte e religião .

E quando o assunto é praia, Espanha e Grécia ainda lideram o ranking europeu.

E é exatamente sobre isso que quero falar hoje, porque não juntar o agradável ao mais agradável ainda numa viagem só? Como se diz por ai, tudo junto e misturado!

O sul da Itália tem praias belíssimas, começando pela Costeira Amalfitana onde morei por três anos e já lhe adianto que é um dos lugares mais lindos que tive o prazer de conhecer.

Mas hoje quero te levar para um lugar menos explorado, uma Itália mais selvagem.

O lugar que tenho a felicidade de chamar de casa.

O turista brasileiro que chega até a Sardenha em sua maioria optam pelo turismo de luxo, concentrado na parte norte da Ilha. A famosa Costa Esmeralda.  Que é repleta de atrativos como bons restaurantes, lojas de grifes, passeios de barco, luxuosos, resorts e praias de água cristalina. Perfeito para quem quer relaxar, beber uns bons drinks e não se preocupar com nada.

Mas o que pouco se sabe é que a Sardenha cabe em todos os bolsos e apesar de ser uma Ilha, o acesso é muito fácil.

São três aeroportos espalhados pela Ilha, e para aqueles com mais tempo tem a opção de navio.

O voo tem duração em media de uma hora saindo de Roma, já a viagem em navio dura toda uma noite saindo do porto de Civitavecchia  também em Roma . Tem posto explicando melhor :  Como chegar na Sardenha?

Quando eu digo que as praias são maravilhosas eu não exagero, de norte a sul, leste a oeste você vai encontrar uma praia mais linda que a outra, e também diferentes entre si. 

Tem pra todos os gostos, com infra estrutura, selvagens, areia fina, areia grossa ou sem areia, fácil acesso ou bem escondidas. No quesito praia a ilha não vai deixar a desejar, isso é fato.

Mas além do litoral a Sardenha também é o point para um turismo mais dinâmico.

Por ser plana na maior parte do seu território, é muito procurada por ciclistas que se aventuram pelas estradas quase desertas que cortam a ilha de norte a sul, outros tantos preferem girar a ilha em uma campervan e  gozar da liberdade, ressaltando que em 4 horas você percorre de carro um extremo ao outro da ilha. São inúmeras as opções de trilhas em meio a um ecossistema quase intocado e por ai vai…

A gastronomia sarda também não deixa nada a desejar em relação a outras cidades da Itália. A carne de porco e cavalo são carros chefes da ilha  mas os frutos do mar estão por toda parte e obvio tudo muito fresco.

Seadas e Culurgiones são por exemplo dois pratos típicos para incluir na sua lista.

 

E além de tudo já citado acima a Ilha também oferece muita história, por ter sido habitada por diferente povos na antiguidade como fenícios, shardanas e nuragues  por exemplo, que deixaram suas marcas  hoje preservadas em  sítios arqueológicos aberto para visitas.

Pra finalizar a Sardenha é uma região autônoma da Itália e os sardos são super orgulhosos da sua cultura incluindo os diferentes dialetos ali falados.

Só pra finalizar a Sardenha divide com uma outra ilha japonesa a taxa mais alta do mundo de centenários (pessoas com mais de 100 anos de idade.

Ufa é tanta coisa interessante que gostaria de continuar escrevendo mas não cabe em um post só, então de uma explorada no nosso blog e continue descobrindo mais sobre esse lugar mágico ainda  pouco explorado por nós brasileiros.

Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.